Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Agosto Dourado: hora de falar sobre a importância do Aleitamento Materno

A amamentação é a melhor maneira de alimentar o recém-nascido
A amamentação é a melhor maneira de alimentar o recém-nascido - Foto: IPE Saúde / Divulgação
 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a amamentação é a melhor maneira de alimentar o recém-nascido, sendo recomendado que até os seis meses de vida este seja o único alimento do bebê* e que a amamentação se mantenha enquanto for possível para a mãe, idealmente até os dois anos de idade.

O leite materno contém todos os nutrientes e a água necessários para o desenvolvimento saudável do bebê. Além disso, estão presentes no leite anticorpos que evitam diarreias – que são agravadas quando se oferece erroneamente água, chás e sucos. É uma atitude que protege e auxilia no tratamento de infecções respiratórias, otites, alergias e diminui o risco de a criança desenvolver no futuro hipertensão, obesidade, diabetes e colesterol alto – é praticamente “Ouro Líquido”!

Quanto mais longo o período de amamentação maior a proteção da criança. A amamentação ainda favorece o desenvolvimento dos ossos e músculos da face, a mastigação e a respiração da criança e evita o desalinhamento dos dentes, o que não ocorre com bicos e chupetas.

Lembre-se: não existe leite fraco! O leite é feito para o bebê. Nenhuma fórmula será mais completa ou melhor do que o leite materno.

Para além da saúde do bebê, sabe-se que a amamentação protege a mulher do desenvolvimento de câncer de mama (redução de 6% a cada 12 meses de aleitamento), câncer de ovário, de útero, obesidade, depressão e diabetes tipo 2, entre outras doenças.

A amamentação não gera novos gastos para a família. Promove maior vínculo entre mãe e filho e está associada a um efeito positivo na inteligência das crianças!

A mensagem clara é: crianças amamentadas adoecem menos e se desenvolvem melhor.

Estimule e auxilie a amamentação.

 

*Exceto em casos específicos orientados pelo pediatra.

 

REFERÊNCIAS

E-book- Amamentação. Tudo o Que Você Precisa Saber Enquanto Espera O Seu Bebê. Vanessa Hilgert Streck (@vanhilg) https://www.instagram.com › vanhilg

https://www.paho.org/pt/campanhas/campanha-da-semana-mundial-do-aleitamento-materno-2021

Cadernos de Atenção Básica do Ministério da Saúde. Número 23, 2015.

Hoover K. Perinatal and intrapartum care. In: Wambach K, Riordan J, editors. Breastfeeding and human lactation. Burlington MA: Jones & Bartlett Learning; 2016. p.227-270.

https://www.bio.fiocruz.br/index.php/br/noticias/1963-oms-beneficios-da-amamentacao-superam-riscos-de-infeccao-por-covid-19.

 

Diretoria de Relacionamento com Segurados
Responsável Técnico: Diretor de Provimento de Saúde Antonio Quinto Neto
Autoria: Dra. Michelle Lise, perita médica e auditora do IPE Saúde
Revisão e edição: Raquel Schneider, jornalista.

 

 

IPE Saúde